Resenha dos Livros – Mordida e Insaciável

IMG_0426d
Título: Insaciável
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record

Ano: 2011
Páginas: 500
Título: Mordida
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record

Ano: 2012
Páginas: 306
Acho que ainda não contei isso pra vocês, mas a Meg Cabot é de longe minha autora favorita! Já li muitas obras dela e nunca me decepcionei. Com esses livros não foi diferente, então esperem um resenha bem positiva haha
Nessa época em que falar de vampiro virou moda, e as histórias sobre os mesmos já estavam saturadas, Meg Cabot conseguiu diferenciar-se ao escrever sobre o que todos falavam e mesmo assim encantar seus leitores. Ao começar com a brilhante ideia de que: Meena Harper também não aguenta mais falar de vampiros. Estou me referindo à protagonista desse livro, que é uma roteirista (amei) de uma novela famosa chamada “Insaciável” na qual, por insistência de seus chefes, Meena terá de incluir vampiros na história.  Porém não pense que o foco desse livro são apenas os vampiros. Meena tem um dom, muito especial e difícil: Ela consegue prever a morte das pessoas. Mas como ninguém quer saber esse tipo de coisa, Meena aprendeu que deve somente aconselhar essas pessoas para tentar evitar que as mortes aconteçam, sem revelar que ela realmente sabe o que irá acontecer. Meena mora com seu irmão Jon e seu cão, e tem um casal de vizinhos que por acaso são parentes de um príncipe, Lucien Antonesco. Então o que acontece a seguir irá mudar a vida de Meena. Lucien está em Nova York para resolver alguns assuntos e ao ser recebido em uma festa na qual Meena se encontra, Lucien apaixona-se por ela à primeira vista. E aí temos um contexto bem interessante, já que Meena detesta vampiros.
Não existe nenhuma novidade nos  vampiros descritos por Meg, eles queimam no sol, bebem sangue, viram morcegos e tudo mais, mas ela conseguiu usar esse clichê e inseri-los de forma sarcástica e divertida. Não é apenas um romance entre uma garota comum e um vampiro (sério). Existem inclusive outros personagens que cativam até mais do que Lucien, como o caçador de vampiros, Alaric. Que ao estilo Meg Cabot é muito bem desenvolvido. E mesmo sendo uma história diferente do que a autora geralmente escreve, ela conseguiu se sair super bem.
Quanto à continuação do livro, “Mordida” (se você não leu “Insaciável” não deve ler o resto dessa resenha). Meena está trabalhando ao lado de Alaric, em uma poderosa unidade secreta que caça demônios, a Guarda Palatina. Isso devido ao seu dom, que serve de grande ajuda. E por Lucien, seu ex-namorado, ser filho de drácula, ela terá que manter mais distância ainda do mesmo. Mas Meena ainda tem esperança de que Lucien possa amar, tanto quanto qualquer um, e quer achar algum meio de provar isso para todos, inclusive para Lucien.
Mais uma vez a narrativa do livro é toda entrelaçada o que deixa o leitor desesperado para continuar lendo. Quero ressaltar que o final desse livro é um tremendo choque, totalmente maravilhoso e surpreendente, nada clichê e super real. Não ficou faltando nenhuma peça nessa história, porque é claro que, Meg juntou todos os mínimos detalhes, então sem chance de você terminar (qualquer obra da autora) sentindo que está faltando algo.
Ao comparar os dois, posso dizer que “Mordida” foi mais direto, objetivo. Mas ambos os livros tem muita aventura, romance e sacadas inteligentes. O tipo da história que irá te divertir e te deixar apreensiva (o) ao mesmo tempo.
Youtube | Instagram | Twitter | WeHeartit | Skoob | Bloglovin | Pinterest |Facebook
Anúncios

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s