Resenha do livro “Deixe a Neve Cair”

d
Resenha especial de natal gente!
Título: Deixe a Neve Cair
Autores: John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle
Editora: Rocco
Páginas: 335
Ano: 2013
     Um livro leve, fofo e alegre como o natal. “Deixei a Neve Cair” é composto por três contos, que se passam nessa época linda do ano que é o natal.
    Cada um dos contos é escrito por um autor diferente, sendo o primeiro: O Expresso Jubileu escrito por Maureen Johnson. Nesse conto Jubileu, a protagonista, (sim esse é o nome dela) tem um natal um tanto quanto conturbado, quando seus pais acabam sendo presos (o motivo é muito engraçado). Então ela tem que pegar um trem pra passar o natal com sua avó, mas alguns imprevistos acontecem, como por exemplo, uma nevasca que impede o trem de continuar o seu caminho e fica estagnado na frente de uma Waffle House. Mas para melhorar um pouco a situação, Jubileu conhece Stuart, que depois de saber da sua situação convida a garota para ir a casa dele. Durante o tempo que passam juntos Jubileu descobre que Stuart está com problemas no relacionamento, e começa a questionar-se se seu namoro também está a ponto de terminar. O resto seria spoiler, então não irei contar pra vocês haha, mas esse conto foi o meu preferido, apesar do final ser meio previsível, a história é muito bem narrada e os personagens são super cativantes.
     A partir do segundo conto já fica visível como existe algo em comum entre uma história e outra, ou seja, os autores escreveram contos distintos, mas que em algum ponto se interligam, o que torna todo o enredo mais apaixonante! Então o segundo conto é do John Green, e se chama “O Milagre da Torcida de Natal”. Dessa vez vamos conhecer a história dos  amigos JP, Tobin e Duke (Duke é uma garota), que recebem uma ligação e descobrem que um trem ficou preso  e a  Waffle House da cidade está cheia de líderes de torcida, e que se decidissem ir ao local deveriam levar o twister junto. Sabendo do ocorrido é lógico que os meninos não hesitam de ir até o lugar e Duke decide os acompanhar pois lá pode comer suas batatas favoritas. Mas nessa corrida tem mais dois grupos que também foram convidados a levar o jogo, e quem chegar primeiro é que vai jogar com as “cheerleaders”, não é mesmo?
     A leitura seguiu com a mesma leveza nesse conto, foi um pouco arrastada no começo, o que já é um pouco do estilo do autor, mas John Green conseguiu continuar o livro com o aspecto descontraído e fofo.
    E quanto ao último conto “O Santo Padroeiro dos Porcos” da autora Luaren Myracle, vai ter como protagonista a Addie, que está passando por um momento difícil “pós-término de namoro”. Addie é uma garota egoísta e super dramática. Todos dizem que ela só pensa em si mesma. Então para provar que não é bem assim, ela tem a missão e a responsabilidade de pegar Gabriel, o mini porco de sua amiga. É um conto beem divertido, e nos faz pensar um pouco sobre as nossas atitudes, mas senti que foi só para finalizar o livro e dos três foi o que eu menos gostei.
    Os contos serem entrelaçados foi uma sacada genial, deixou o livro muito interessante e tudo ocorreu de forma bem sutil e natural. É um ótimo livro para ler em um final de semana ou durante as férias. Uma leitura agradável, gostosa e leve, perfeito pra entrar em clima de natal, sabe? Recomendo pra todos que assim como eu, adoram essa época do ano.
Youtube | Instagram | Twitter | Flickr | WeHeartit | Skoob | Vine | Bloglovin | Pinterest | Facebook
Anúncios

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s